CATEGORIA : ETE
Chefe do Executivo vistoria obras de saneamento da bacia do Palmital

25/06/2020 às 16:23:00

O prefeito Daniel Alonso vistoriou na manhã desta quinta-feira, dia 25, a última fase da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Bacia do Palmital. Ele esteve acompanhando pelo presidente da Câmara de Vereadores, Marcos Santana Rezende. A unidade está em construção e em ritmo acelerado, com previsão de entrega ainda em 2020. Hoje, Marília já trata 70% do esgoto.
Também estiveram presentes durante a vistoria das obras o diretor do Senai (Serviço Nacional da Indústria) em Marília, Ronaldo Sotrate Junior; o secretário municipal Levi Gomes (Fazenda); o presidente do Daem (Departamento de Água e Esgoto de Marília), André Ferioli; os engenheiros Reinaldo Pavarini (diretor da Replan) e Rodrigo Ercílio Coneglian (Replan); João Augusto Oliveira Filho, vice-presidente do Daem; e o engenheiro da Secretaria de Obras Públicas, Adônis Moron Rodrigues.
A Bacia do Palmital tratará 487 litros de esgoto por segundo. Serão duas lagoas de aeração e quatro de decantação. A obra está sendo construída na zona leste, ao lado do distrito de Dirceu, em uma área total de 157 mil m² e vai beneficiar mais de 110 mil moradores nas regiões leste e norte da cidade.
Em 2019 o prefeito Daniel Alonso já havia entregado as duas primeiras obras do sistema: a Bacia do Pombo e Bacia do Barbosa. Juntas as estações tratam 70% do esgoto de Marília.
A construção da última fase está sendo realizada pela empresa Replan Saneamento e Obras, vencedora do processo licitatório.
Segundo Reinaldo Pavarini, presidente da Replan, as obras estão adiantadas, com cerca de 40% já concluída em apenas dois meses. “Deus foi muito generoso e estamos terminando a parte da terraplanagem de todas as lagoas. Já fizemos a terraplanagem nas quatro lagoas de decantação e estamos agora na parte de terraplanagem nas duas lagoas de aeração”.
O presidente do Daem, André Ferrioli, destacou a importância da obra. “Tudo isso vem de encontro com a administração do prefeito Daniel Alonso de melhorar a qualidade de vida do município em geral, e com isso beneficia indiretamente as cidades da região”.
O diretor do Senai, Ronaldo Sotrate Júnior, que foi visitar a obra à convite do prefeito Daniel Alonso, lembrou que esta obra coloca Marília à frente de muitas cidades do Brasil “Marília dá um grande passo, sai à frente e quem ganha com isso é a população de nossa cidade e da região, porque Marília vai ser uma cidade com 100% do esgoto tratado, poucas cidades no Brasil tem isso hoje.”
O presidente da Câmara de Marília, Marcos Santana Rezende, classificou o conjunto da obra de tratamento de esgoto de Marília como a mais importante nestes 91 anos da cidade de Marília. “O prefeito Daniel e esta Câmara ficarão na história de Marília por terem participado desta obra que vai trazer melhor qualidade de vida para a população.”
O prefeito Daniel Alonso destacou que o Congresso aprovou o marco regulatório do saneamento básico na quarta-feira (24), mas Marília já está bem na frente nessa questão.
“Nós estamos resolvendo o maior problema ambiental da cidade de Marília e isso também se refletirá em mais 92 municípios da nossa região. Esta é a maior obra de saneamento de toda a região. Bauru, que é maior, não conseguiu ainda fazer o seu saneamento e nós vamos entregar todas as obras de saneamento prontas e funcionando este ano ainda. Ao termos 100% do esgoto tratado na cidade não só melhoraremos a qualidade de vida de nossa população, como atrairemos para cá outras empresas que procuram cidades com saneamento básico para se instalar, ou seja, isso gerará também mais desenvolvimento e muitos empregos para a cidade”.
As bacias do Pombo, que recebe por segundo 209 litros e atende uma população de 47 mil pessoas das zonas oeste e norte; e a do Barbosa atende 85 mil pessoas da região central e da zona sul com 231 litros por segundo de esgoto, já estão em pleno funcionamento.

 

Fotos: Julio Cesar de Carlis