Ir para o conteúdo

Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
10
10 JUN 2020
CULTURA
Bate-papo de cinema Pontos MIS deste sábado exibe o clássico Nanook, o esquimó, precursor do gênero documentário
Ação integra o #MISemCASA, programação digital do Museu da Imagem e do Som de São Paulo, realizada enquanto equipamentos públicos permanecem fechados em razão da pandemia

O Pontos MIS, programa de difusão cultural do MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – realiza semanalmente a exibição digital de um filme seguido de bate-papo ao vivo no canal do YouTube do MIS. Em Marília, conta com parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria da Cultura.
Esta edição do Bate-papo de Cinema Pontos MIS celebra os 98 anos do clássico do documentário Nanook, o esquimó (Nanook of the North, dir. Robert Flaherty, EUA, 78 min, livre).
O filme será exibido gratuitamente, mediante inscrição prévia (por meio deste link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfxLu2QUgagFP9mBO9i7UYCtlFlHMH4lbVoLZrNObxI39rS6w/closedform), a partir de quinta-feira, dia 11. A sessão, que acontece às 16h, será seguida por bate-papo ao vivo, às 18h, com o professor e crítico de cinema Cássio Starling e com a documentarista Daniela Gonçalves.
No primeiro documentário de longa-metragem produzido no mundo, o diretor Robert Flaherty registra a vida e as relações dos Inuit, indígenas esquimós, por meio de Nanook e sua família.
A preocupação do filme é enfatizar os costumes tradicionais dos esquimós de Port Huron, perto da Baía de Hudson, no Canadá. Robert Flaherty introduziu inovações cinematográficas e um olhar sob as culturas tradicionais que influenciou de maneira decisiva o gênero documentário de caráter antropológico, abrindo espaço para refletir sobre ficção/realidade, encenação, entre outros temas.
SERVIÇO
Bate-papo de Cinema Pontos MIS Especial – “Nanook o O Esquimó”
Data: 13.06.2020
Inscrições: a partir de 11/06 pelo link (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfxLu2QUgagFP9mBO9i7UYCtlFlHMH4lbVoLZrNObxI39rS6w/closedform)
Horários: Exibição 16h e 18h (bate-papo ao vivo com o público no Canal do Museu no YouTube/missaopaulo ).

MAIS PROGRAMAÇÃO
Confira abaixo outras programações desta semana do #MISemCASA. Com exceção do podcast, veiculado no perfil do MIS no Spotify (https://open.spotify.com/show/2dnYUmvMF6h4Pc6fLJcCwQ), toda a programação é transmitida pelo canal do Museu no YouTube/missaopaulo:
11.06 | Quinta-feira | 17h | Podcast Isso só acontece em novela – Episódio 7
Realizado pelo Pontos MIS o podcast “Isso só acontece em novela” analisa cronologicamente as telenovelas mais populares no país e seu impacto na sociedade. Nesta semana, o roteirista, dramaturgo e diretor teatral Lucas Martins Néia, e o jornalista, roteirista e crítico de novela Raphael Scire falam sobre os sucessos mais recentes da nossa teledramaturgia, como Avenida Brasil (2012) e A dona do pedaço (2019), na Globo, e o fenômeno Os dez mandamentos (2015), na Record.
Neste episódio, também comentam sobre a pulverização de audiência para outras mídias, como os serviços de streaming, e a produção de novelas infantis no SBT. Esse é o segundo podcast produzido exclusivamente pelo Museu, que, em 2019, criou a série Musicais no cinema, derivada da exposição de mesmo nome.
11.06 | Quinta-feira | 20h | Mostra Cinema de Acervo – Animação em Super 8
A campanha #MISemCASA apresenta o Cinema de Acervo, uma seleção de filmes brasileiros digitalizados a partir de material físico tais como 16mm, 35mm ou Super 8. No mês de junho, o Cinema de Acervo traz um panorama de produções realizadas em Super 8 e que fazem parte do Acervo MIS. Criado nos anos 1960, o Super 8 surgiu como uma versão melhor apresentada da película de 8mm. Quando a Kodak lançou em 1965 a bitola com o formato denominado Super 8, imediatamente os cineastas da época demonstraram interesse, em especial aqueles que trabalhavam com animação.
O público pode conferir nesta edição quatro curtas-metragens: Ói nóis aqui traveis (Dir. Flávio Del Carlo, Brasil, 1977, 3 min, 12 anos), Foi pena que… (Dir. Helmuth Wagner Júnior, Brasil, 1981, 6 min, 10 anos), Veneta (Dir. Flávio Del Carlo, Brasil, 1979, 11 min, livre) e O desenho da cidade (Dir. Luiz Rocha Soares, Brasil, 23 min, 10 anos).
12.06 | Sexta-feira | 20h | Musicais no cinema - Cláudia Raia
Para a exposição Musicais no cinema, que ficou em cartaz no MIS entre novembro de 2019 e fevereiro de 2020, foram registrados depoimentos inéditos de grandes nomes do cinema brasileiro. Este episódio da websérie derivada da exposição traz o depoimento de Claudia Raia. A atriz fala sobre o início de sua carreira, os primeiros passos na dança na escola de música e dança criada pela mãe na cidade de Campinas, e quando, pela primeira vez, viu um musical na Broadway e sentiu que ali tinha a referência do que faria na vida. Claudia fala sobre seus trabalhos na TV, sua amizade com Silvio de Abreu e o trabalho pioneiro no Teatro Musical no Brasil.
14.06 | Domingo | 17h | Lendo imagens – Sylvia Sanchez
O MIS inicia uma nova programação dentro do campo da fotografia, uma das maiores frentes do Museu: o Lendo imagens. Quinzenalmente, o projeto apresenta um diálogo direto entre artistas e público, partindo das fotos de Acervo MIS.
No novo projeto, que tem como objetivo divulgar as obras e também valorizar os artistas contemporâneos, o MIS convida artistas a escolherem uma imagem do Acervo, para compartilhar uma leitura com o público.
O primeiro vídeo traz a artista visual Sylvia Sanchez, selecionada pelo programa Nova Fotografia no MIS 2019, que lê uma imagem de Camila Picolo, fotógrafa participante do Nova Fotografia 2016. Na foto em questão, Ondas, a ideia do acaso cotidiano está presente, tema em comum entre as duas artistas, com a diferença que Sylvia trabalha com foto construída, e Camila, com o acaso em si.
MIS 50 anos:
Para celebrar os 50 anos do MIS, comemorados em 2020, o Museu lançou uma ação digital que busca promover o compartilhamento de histórias entre o público e o Museu. Até o dia 10 de junho, o público pode enviar vídeos com seus relatos pessoais. Ao final, uma página do MIS 50 anos trará os depoimentos que celebram esta história. Participe acessando https://mis-sp.org.br/50anos .


Fotos: Divulgação

VINCULADOS À PÁGINA:
Cultura
Rua: Bahia, nº 40 - Centro/ CEP: 17501-900
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 08 ás 17 horas
Inscreva-se em nossa newsletter e receba informativos
Facebook
Facebook
Instagram
Instagram
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia